Logo Web Estratégica - Consultoria de SEO e Marketing de Conteúdo

Custo por visita (CPV): saiba o que é e como usar de forma estratégica

19/01/2024

Gerenciar um orçamento de marketing digital de forma eficaz é um desafio constante, especialmente quando se trata de otimizar custos e maximizar resultados. Como equilibrar investimentos para garantir o melhor retorno?

Este post explora o Custo Por Visita (CPV) como uma métrica estratégica, oferecendo insights sobre como utilizá-lo para otimizar orçamentos em canais orgânicos e pagos, equilibrando cuidadosamente os investimentos com resultados tangíveis.

O que é custo por visita (CPV)?

O custo por visita (CPV) é uma métrica de marketing digital que corresponde ao valor médio investido para cada visita no site, blog ou loja online. É calculado dividindo-se o custo total de uma campanha pelo número total de visitas geradas.

Em um mundo ideal, queremos que o CPV seja o mais baixo possível, indicando que estamos atraindo mais visitantes por um custo menor.

Entender o CPV é fundamental para qualquer gestor de marketing. Ele permite uma análise detalhada de como o dinheiro está sendo investido e quais estratégias estão trazendo os melhores resultados. Ao focar no CPV, você pode identificar áreas onde os investimentos podem ser otimizados para melhorar o desempenho geral da campanha.

Entenda as diferenças do CPV e outras métricas de marketing

Ao comparar CPV com custo por clique (CPC), é importante entender suas distinções fundamentais. O CPC, uma métrica frequentemente utilizada em marketing digital, refere-se ao custo de cada clique em um anúncio. Já o CPV foca no custo de cada visita ao site, seja através de anúncios ou do tráfego orgânico, por exemplo.

O CPC é excelente para avaliar a eficácia de anúncios, enquanto o CPV fornece uma visão mais ampla da eficiência geral de uma campanha de marketing, independente do canal. Ao entender essas duas métricas, os gestores podem tomar decisões mais embasadas sobre onde e como alocar o orçamento de marketing para maximizar o retorno sobre o investimento.

Além do CPV e do CPC, outra métrica crucial no marketing digital é o custo por mil impressões (CPM). 

O CPM mede o custo para cada mil impressões de um anúncio, independentemente de cliques ou visitas. Essa métrica é particularmente útil para campanhas focadas em aumentar a conscientização da marca, onde a visibilidade é mais importante do que a ação direta do usuário. Já o CPV, como discutido anteriormente, foca no custo de trazer um visitante ao site.

A escolha entre CPM e CPV depende dos objetivos da campanha. Se o foco é aumentar a conscientização da marca, o CPM pode ser mais relevante. Por outro lado, se o objetivo é direcionar tráfego qualificado para o site, o CPV se torna uma métrica mais significativa.

CPV e taxa de conversão: usando métricas de forma estratégica

Entender a relação entre o Custo Por Visita (CPV) e a taxa de conversão é essencial para uma estratégia de marketing digital. Esta seção explora como a análise conjunta dessas métricas pode oferecer insights poderosos para otimizar suas campanhas.

O CPV e a taxa de conversão, quando analisados em conjunto, oferecem uma imagem completa do desempenho da campanha. O CPV foca no custo de atrair visitantes, enquanto a taxa de conversão analisa a porcentagem desses visitantes que realizam uma ação desejada, como uma compra ou inscrição.

Ao analisar o CPV e a taxa de conversão, é essencial entender que um CPV mais alto pode ser justificável em certas etapas da jornada do cliente, especialmente em páginas mais próximas da conversão final, como páginas de descrição de produtos. 

Aqui, um investimento maior por visita pode ser compensado por uma maior taxa de conversão, indicando que os visitantes estão mais propensos a realizar uma compra.

CPV nos canais orgânicos e pagos: como otimizar o orçamento

A otimização do orçamento em canais de marketing tanto orgânicos quanto pagos é crucial para uma estratégia eficaz. O CPV oferece insights valiosos para essa otimização, ajudando a alocar recursos de maneira mais eficiente.

De modo geral, quanto mais no início da jornada de compra (ou no topo do funil), menor deve ser o CPV. Isso porque os visitantes nesta etapa estão mais distantes da conversão.

Assim, uma estratégia comumente adotada é a utilização de canais orgânicos para atração de visitantes qualificados no topo do funil, enquanto a mídia paga costuma ser utilizada para remarketing e usuários nas etapas finais da jornada de compra.

CPV em canais orgânicos: maximizando o retorno sem custos diretos

Canais orgânicos, como SEO e mídias sociais, não exigem um custo direto por visita, tornando o cálculo do CPV uma tarefa diferente. Aqui, o CPV é influenciado por esforços indiretos, como otimização de conteúdo e engajamento do usuário. 

O foco deve ser em aumentar o tráfego e a visibilidade sem despesas diretas, melhorando assim o CPV.

A chave para otimizar o CPV em canais orgânicos é a criação de conteúdo relevante e envolvente. Conteúdos que ressoam com o público-alvo e são otimizados para mecanismos de busca podem gerar um aumento significativo no tráfego, reduzindo o CPV ao longo do tempo.

Analisar o tráfego orgânico e entender as preferências do público são passos importantes para otimizar o CPV. Monitorar as métricas de engajamento e ajustar as estratégias de conteúdo conforme necessário pode levar a um CPV mais eficiente nos canais orgânicos.

CPV em canais pagos: equilibrando investimento e resultados

Nos canais pagos, como anúncios e publicidade, o CPV é diretamente impactado pelo investimento financeiro. Por ter um custo mais elevado, o objetivo é alcançar um equilíbrio entre o investimento das campanhas e o número de visitas geradas, otimizando o CPV para obter o máximo retorno.

Selecionar os canais certos para publicidade paga é crucial para otimizar o CPV. Canais que alinham com o público-alvo e oferecem um bom retorno sobre o investimento devem ser priorizados.

Além disso, realizar ações de remarketing com os visitantes atraídos por estratégias orgânicas costuma trazer bons resultados. Isso reforça a imagem da marca entre os visitantes e auxilia na sua condução pelas etapas da jornada de compra.

A análise e otimização contínuas das campanhas pagas são fundamentais. Ajustar a segmentação, o conteúdo do anúncio e o orçamento com base no desempenho pode melhorar significativamente o CPV, garantindo um uso mais eficiente dos recursos.

Análise comparativa de CPV: orgânico vs pago

A comparação entre o desempenho do CPV em canais orgânicos e pagos é uma ferramenta valiosa para gestores de marketing. Ela permite avaliar qual canal está oferecendo o melhor retorno sobre o investimento e onde ajustes podem ser necessários.

Mais do que optar entre investir em um canal ou outro, gestores de marketing experientes utilizam cada canal da melhor forma, com suas particularidades e vantagens. O entendimento das métricas de CPV e taxa de conversão aliado à compreensão profunda da jornada de compra no seu mercado permite otimizar a estratégia de marketing para alcançar o melhor retorno sobre investimento.

Reduza o CPV com SEO e marketing de conteúdo

Entender o CPV não é apenas sobre números; é sobre criar estratégias mais inteligentes e eficientes. Ao aplicar os insights de CPV, você pode direcionar seus esforços para onde eles trarão os melhores retornos, equilibrando habilmente os investimentos com os resultados desejados.

Para reduzir a CPV da sua empresa e consequentemente os custos de aquisição, uma estratégia de SEO e marketing de conteúdo pode ser uma boa opção. 

A Web Estratégica é especializada em trazer crescimento utilizando o canal orgânico para grandes marcas. Fale com nosso time de especialistas e descubra oportunidades de geração de receita com SEO e conteúdo.

Rafael Rez
Fundador da agência de SEO & Conteúdo Web Estratégica e co-Fundador da Nova Escola de Marketing. Autor do livro de marketing: “Marketing de Conteúdo: A Moeda do Século XXI”, publicado no Brasil pela DVS Editora e em Portugal pela Editora Marcador. Possui MBA em Marketing pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) em 2013.
Receba dicas de SEO e Conteúdo