solicite uma proposta
Blog

Fontes de Pesquisa: 9 categorias para produzir conteúdos relevantes

Se você quer dicas práticas de como produzir conteúdos de qualidade e que satisfaçam a intenção de seus usuários, chegou ao lugar certo. Neste post, vamos indicar a melhor fonte de pesquisa para criar uma estratégia inteligente. 

Algumas das vantagens de pesquisar em boas fontes são que os conteúdos ficam atuais, relevantes, aprofundados, diferenciados e personalizados para o seu público, o que atrai ainda mais a atenção dos usuários e torna os artigos bem mais estratégicos.

Como avaliar a melhor fonte de pesquisa?

Caso você não saiba como avaliar, o que considerar e como decidir qual é a melhor fonte de pesquisa e informação para empresa e para os usuários que consomem os conteúdos, saiba que é necessário levar alguns pontos em conta, sendo eles:

  • Público-alvo — com quem você quer falar, para quem você está produzindo conteúdo, quem é a sua persona e o que eles querem consumir? 
  • Serviço e/ou produto oferecido — o que você está comercializando, quais são os principais atributos e diferenciais que o fazem se destacar dos concorrentes?
  • Responsáveis pela fonte — qual empresa é a responsável pela fonte de pesquisa, ela é confiável no setor, qual é a fonte de dados utilizada?
  • Posicionamento — qual é o posicionamento do instituto ou empresa que gera a pesquisa?
  • Abrangência das informações — qual é a abrangência dessas informações, é de um local, país específico ou é mundial?

A partir desses tópicos, será muito mais fácil escolher a ferramenta de fonte de pesquisa para facilitar seu trabalho e para te ajudar a produzir o melhor conteúdo.

As 9 melhores fontes de pesquisa 

Agora que você já sabe quais pontos considerar na hora de escolher uma fonte de pesquisa para criar um conteúdo de valor, que tal conhecer as 9 melhores fontes de dados e algumas ferramentas que ajudam nisso? Confira!

1. Análises de Mercado

Nossa primeira categoria está uma das mais importantes quando vamos criar uma pauta, sendo ela: análises de mercado. Isso porque entender como o mercado e os concorrentes do segmento estão se portando, o que eles estão produzindo e como estão produzindo, é fundamental para identificar possíveis oportunidades para sua estratégia digital.

Para isso, existe a estratégia de benchmarking, onde são detectadas empresas que são destaques em um segmento específico e, por conta disso, servem de referência e inspiração. Esse método envolve táticas que ajudam a melhorar o desempenho de diversas áreas do marketing digital, indo do marketing de conteúdo até a parte de mídias pagas, por exemplo.

Algumas das fontes de dados que podem ajudar a realizar análises de mercado são:

  • Google Trends: é uma plataforma do Google que mostra os termos mais populares buscados em um período de tempo. Ela serve para identificarmos tendências, mostrando vários gráficos que ajudam a compreender as buscas;
  • Google Alerts: é outro serviço do Google, que retorna resultados de uma pesquisa à caixa de e-mail do usuário, ou seja, ajuda a monitorar um termo específico, já que você recebe uma notificação toda vez que ele for citado;
  • Google Acadêmico: é uma fonte de pesquisa livremente acessível, que organiza e lista artigos completos ou metadados da literatura acadêmica em uma extensa variedade de formatos de publicação;
  • Answer the Public: é uma ferramenta que usa o Google Suggest para encontrar e mapear as perguntas que os usuários estão fazendo sobre um assunto;
  • Semrush: essa plataforma de pesquisa ajuda a fazer uma análise das palavras-chave, de domínios, de concorrentes — o que pode auxiliar no benchmarking — e as funcionalidades dela identificam pontos de melhoria de SEO;

Destrinchamos as mais famosas acimas, mas existem outras plataformas que podem te ajudar a avaliar as oportunidades de mercado: Hubspot; Marketing Sherpa; Statista; EMarketer; McKinsey; Content Marketing Institute e outras.

2. Redes Sociais

As redes sociais são uma ótima fonte de pesquisa para produção de conteúdo e para identificar oportunidades e temas para serem abordados pela sua empresa. Por isso, é necessário ficar atento ao que acontece nesses canais, bem como aproveitar sazonalidades e aprender a surfar em assuntos que geram um certo “buzz” para a marca.

Algumas das redes, inclusive, fornecem plataformas para que as empresas tenham acesso a mais informações mais detalhadas do seu público e dos interesses dele, ajudando, então, a produzir um conteúdo mais direcionado e personalizado. Acompanhe abaixo as principais:

  • Instagram para Empresas;
  • Facebook Business;
  • We Are Social e HootSuite — Relatório global (mencionar o redes sociais 2021);
  • Social Media Research Foundation;
  • LinkedIn para empresas;
  • Twitter para desenvolvedores;
  • Social Media Examiner;
  • Pinterest.

3. Governamental

Uma outra importante fonte de pesquisa são os canais governamentais, além de extremamente confiáveis, se você linkar o site usado como base para o conteúdo, isso irá atribuir muito mais valor e relevância ao seu artigo.

Alguns dos sites governamentais que podem ser usados na hora de construir uma estratégia conteudista são:

  • UNICEF; 
  • Worldometers;
  • ONU;
  • Our World in Data;
  • IBGE;
  • Educação;
  • Edu;
  • Todos Pela Educação;
  • Inep.

4. Saúde

Se você for abordar num conteúdo temas relacionados à saúde, é essencial citar fontes confiáveis e que atribuam um certo “peso” e relevância ao que está falando. Recomendamos que sejam canais oficiais, tais como:

  • Ministério da Saúde;
  • Data SUS;
  • Canal estadual ou municipal.

5. Finanças e economia

Para assuntos de finanças e economia, também é fundamental se basear em uma fonte de pesquisa que passe bastante confiabilidade aos usuários:

  • Ministério da Economia;
  • Banco Central;
  • Portal da Transparência;
  • Tesouro Transparente.

Lembre-se de linkar esses sites e portais para que as pessoas possam navegar neles e complementar ainda mais o aprendizado delas, além de ser um forte link externo que pode ajudar nos resultados da sua página.

6. Entretenimento e esportes

Caso sua empresa seja do segmento de entretenimento ou esportes, a fonte de pesquisa também conta bastante para a relevância do seu canal, então também temos algumas indicações para você: 

  • International Federation of the Phonographic Industry;
  • The Numbers;
  • Arquivo Esporte.

7. Negócios e Empreendedorismo

Quando olhamos para negócios e empreendedorismo, também existem portais e sites que podem atribuir muito mais “peso” ao que você está abordando, sendo os principais:

  • Sebrae;
  • TechCrunch; 
  • The Global Entrepreneurship Monitor; 
  • OpenCorporates; 
  • Fortune;
  • Endeavor;
  • Scielo.

8. Meio Ambiente

Se o tema principal do seu conteúdo for sobre meio ambiente, a fonte de pesquisa também precisa ser bastante confiável e trazer dados coerentes para o público. Alguns canais que produzem pesquisas importantes nesse sentido são:

  • IBGE;
  • World Weather Records; 
  • International Energy Agency Atlas.

9. Dados internos

Usar os dados internos pode ser uma ótima ideia e algumas das plataformas, sites e estratégias de marketing digital que podem ajudar nisso são:

  • Google Analytics;
  • Google Search Console;
  • Sites;
  • Landing pages;
  • Email marketing;
  • Estudos de caso;
  • Pesquisas com clientes.

Aqui, é fundamental avaliar e usar os canais que façam sentido para a sua estratégia e que realmente irão acrescentar valor ao seu conteúdo.

E aí, gostou do nosso conteúdo sobre fonte de pesquisa? Que tal agora ler outros artigos do blog Web Estratégica e continuar seu aprendizado sobre marketing de conteúdo e SEO? Conheça mais! 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Privacy Settings
We use cookies to enhance your experience while using our website. If you are using our Services via a browser you can restrict, block or remove cookies through your web browser settings. We also use content and scripts from third parties that may use tracking technologies. You can selectively provide your consent below to allow such third party embeds. For complete information about the cookies we use, data we collect and how we process them, please check our Privacy Policy
Youtube
Consent to display content from Youtube
Vimeo
Consent to display content from Vimeo
Google Maps
Consent to display content from Google
Spotify
Consent to display content from Spotify
Sound Cloud
Consent to display content from Sound